O SERVIR DOS SANTOS (Luis Silveira)

O servir dos santos
Luis Carlos Silveira

João 13.1-17 = O lava pés.
Lucas 22.24 = Qual parecia ser o maior.
Marcos 10.42-45 = Entre vocês não é assim.

Romanos 12.7 = Servir é um dom.
Servir é antinatural.
Servir escandaliza o mundo/Igreja.

O exemplo de Maria
1ª Etapa: Conversão= Lucas 10.38-42
*Primeiro amor/ tudo é novo e é recebido com alegria.
*Primeiras mudanças (abandonamos as coisas antigas)
*Nossa resposta para tudo é: Topa? Topo!

2ª Etapa: Provação da fé= João 11.28-35
*Tende bom animo
*Tiago 1.3-4 (a função da provação).
Jesus tratou diferente com Marta e Maria, mas Jesus não privou Maria de passar pela dificuldade da perda do irmão. (Sol, barro, manteiga = a palavra do Senhor nos provoca diferentes reações).

3ª Etapa: Adoração= João 12.1-8
*Perfume muito caro (casamento).
*Escândalo (cabelo exposto) (cabelo M/F).
*O cabelo (tipos de cabelo e produtos).
Desperdício = A glória da nossa vida, só tem uma finalidade, dar Glória ao nosso Senhor.

Feitos de Maria
1) Sempre aos pés do Senhor (Maria/Wally)
2) Sempre fazia o que era correto
3) Sempre perseguida por alguém (Marta, Judeus, Judas, Discípulos).
4) Foi Maria quem levou aquelas pessoas até Jesus, para verem a ressureição.

Depois de aprontar este estudo sobre as atitudes de Maria, eu perguntei ao Senhor:
Por que que para Maria foi tão fácil lavar os pés do Senhor, e para os discípulos e para nós é tão difícil?
Um tempo depois o Espírito Santo me respondeu:
Para Maria foi fácil lavar os pés de Jesus, porque ela já estava acostumada com aquele lugar.

Um dia todos estaremos aos pés do Senhor, a palavra diz que todo joelho se dobrará perante ele. Existem duas posições próximas aos pés. Uma é prostrado aos pés, essa é a nossa posição como servos do Senhor, a outra é debaixo do estrado dos pés, que é o lugar para os inimigos.
Que possamos seguir o exemplo de Maria e diariamente sermos encontrados aos pés de Jesus.

SENHOR DE TODOS

Semana de 26 de julho a 1º de agosto de 2020

Leitura:  Atos 4.25-26; 10.36-43

Após a ressurreição, Jesus aparece para seus discípulos e declara: Toda autoridade me foi dada no céu e na terra. (Mt 28.18) Pela obra consumada na cruz Jesus recebeu do Pai um nome que está acima de todo nome. Ou seja, no céu, sobre a terra ou debaixo da terra, não há nada nem ninguém que não esteja debaixo da autoridade de Jesus.

Todos estão debaixo do senhorio de Jesus; até mesmo o insensato, que diz no seu coração: “Não há Deus”. Paulo ainda nos aponta para um dia, no futuro, onde todo joelho se dobrará e toda língua confessará que Jesus Cristo é o Senhor.

Entretanto, Deus estendeu um convite solene a todos, em toda parte: o convite de anteciparem esse dia, dobrando hoje seus joelhos diante do seu Filho. Paulo diz em Romanos 10.9 que se alguém confessar com sua boca que Jesus é o Senhor, e crer no seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo.

O que significa para você que Jesus é o Senhor? O que isso deve mudar em nossa vida?  É comum ver novos convertidos afirmarem com alegria que agora Jesus governa (e bem) a sua vida. Mas ao longo dos anos nos mantemos nessa posição? Precisamos renovar nossa entrega e confiança no Deus que sabe tudo e governa com amor e justiça.

Faça download do card e compartilhe.

AUTOR DA VIDA

Semana de 19 a 25 de julho de 2020

Leitura:  Atos 3.11-21

O evangelho de João inicia declarando que no início o Verbo (Jesus) estava com Deus e era Deus. Em Colossenses, Paulo diz que Ele é antes de todas as coisas e que tudo foi criado por meio dEle. Jesus é o autor da vida!

Porém ele decidiu passar pela morte, para que nós pudéssemos experimentar a verdadeira vida, a vida eterna de Deus. A mensagem da igreja primitiva era clara: Jesus morreu, mas Ele ressuscitou para que, pela fé, pudéssemos nos unir a Ele na sua morte e ressurreição, e então vivermos a nova vida que ele nos oferece.

Você tem desfrutado da nova vida em Cristo? Jesus disse que ele veio ao mundo para que tenhamos vida em abundância. O que significa isso para você?

Faça download do card e compartilhe.

SANTO E JUSTO

Semana de 12 a 18 de julho de 2020

Leitura:  Atos 3.11-21

Jesus veio para ser a expressão humana da santidade e da justiça de Deus.
Santidade significa ser separado para Deus e, quando olhamos para a vida de Jesus, vemos que sua separação foi completa. Ele não se separou das pessoas, mas do pecado. Ele comia, bebia, trabalhava, dormia, mas ele era um instrumento totalmente reservado para o Pai, estava separado para realizar a Sua vontade e fazer a Sua obra.

Justiça significa ser reto aos olhos de Deus. Esse era Jesus. Semana passada vimos que ele foi aprovado pelo Pai em todas as coisas. Ele foi tentado, perseguido, traído, ofendido, mas nunca pecou.

Antes da crucificação, o próprio Pilatos, sua esposa e o centurião declararam a sua justiça (Mt 27.19 e 24, Lc 23.47). Jesus é o Santo e o Justo. A boa notícia é que essa justiça e essa santidade nos são dadas gratuitamente por Deus, pela fé. A Justiça é imputada sobre nós e a santidade é formada em nós pelo Espírito Santo.

De que forma essas coisas mudam a sua visão sobre si mesmo?

Faça download do card e compartilhe.

VARÃO APROVADO POR DEUS

Semana de 05 a 11 de julho de 2020

Leitura:  Atos 2.14-24

A igreja primitiva viveu em um contexto de muita dificuldade, perseguição e rejeição. Entretanto, lemos em Atos 6.:7 e 12.42 que “a palavra de Deus crescia e se multiplicava”.
A mensagem transmitida por nossos primeiros irmãos e irmãs impactou o mundo. Que mensagem era esta?
Se olharmos cuidadosamente, perceberemos a clareza que eles tinham acerca da pessoa do Senhor Jesus, de sua obra e de seus atributos. Neste mês de julho, vamos meditar juntos sobre algumas revelações que encontramos no livro de Atos a respeito de Jesus.

Todo o sistema da religião judaica girava em torno da busca por ser aprovado por Deus. A obediência aos mandamentos, o sacrifício de animais, as festas e os costumes.
Entretanto, todo esse sistema teve início em mandamentos dados por Deus com o fim de mostrar que o pecado nos colocou em uma condição impossível de agradar a Deus (Rm 3.19-20). Em Adão, a humanidade foi reprovada, mas Deus, em sua infinita misericórdia, enviou seu Filho para ser o Novo Homem, o último Adão, que seria tentado em todas as coisas, mas que permaneceria fiel até o fim, sem pecado. Jesus foi aprovado por Deus!

O Filho foi aprovado de tal forma que o próprio Pai abriu os céus três vezes para declarar a sua alegria. Também através de sinais e maravilhas, ele dava evidências de como o Filho foi aceito. Por fim, a última e maior evidência de aceitação: Jesus ressuscitou!
A mensagem da igreja primitiva também nos confronta com o fato de que, em Jesus, aqueles que creem também são aprovados pelo Pai. Você se vê como um filho aprovado por Deus, em Cristo?

Faça download do card e compartilhe.
Faça download do card e compartilhe.

MELHOR É UM DIA COM CRISTO QUE MIL EM OUTRO LUGAR (Josias Fritsch Giacometti)

O dia está acabando e eu anseio por Ti
Eu não ficarei satisfeito até ver Tua face
Cada vitória, cada deserto
Cada momento e cada cruz
Encontram propósito em Ti, Jesus
Estou descobrindo os motivos desses momentos
Nasci para cantar a Tua bondade
Quanto mais os anos passam
E cada segundo se vai
Cada vez mais é verdade
Que nenhum profundo pensamento
Nenhuma música ou poesia
Nenhuma linha melódica ou teoria
Sinal ou filosofia
Consegue explicar Teu amor

Ler mais