O AMADO

Semana de 27 de setembro a 03 de outubro de 2020

Leitura:  Efésios 1:3-14

Aprendemos muito sobre o Senhor Jesus através do ensino de Paulo. Aprendemos que ele é Deus, o Senhor, o Cristo, a Cabeça da igreja, a Imagem de Deus; enfim, os atributos de Cristo nos parecem inesgotáveis.

Aqui em Efésios, ao falar de tudo que Cristo significa para nós por meio de sua obra salvadora, Paulo abre o coração e nos mostra um atributo ainda mais íntimo e especial: Jesus é o Amado.

Ele é o Amado do Pai. Aqueles que o seguiam de perto puderam ver os céus abertos duas vezes, apenas para que o Pai pudesse declarar o seu amor pelo Filho (Mt 3:17, 17:5). O próprio Jesus tinha convicção disso, porque declarou com confiança: “O Pai me ama” (Jo 10:17).

Jesus também é amado por cada um dos que Ele resgatou. Paulo usa um artigo definido: Jesus é o (nosso) Amado. É aquele que deve ocupar o lugar mais importante em nossa vida.

Temos tantos motivos para amá-lo acima de todas coisas, não é mesmo? O amamos como noivo, como amigo, como salvador, como irmão. Portanto, compartilhe com os irmãos as razões que te levam a declarar como Paulo: Jesus é o meu Amado!

Faça download do card e compartilhe.

CÉU (Gabriela Reis)

No maravilhoso esplendor do céu
A aurora grita aleluia
Na majestade do Rei Jesus
O alto se enche de júbilo
A felicidade reina soberana
O amor é eterno, inesgotável
As lágrimas são inexistentes
Perante a glória de Deus
O tempo se rende
Não mais prevalece
Diante do Alfa e do Ômega
Dê Glória ao Senhor toda a terra
A minha vida é para Sua glória
Universo, exalte ao que vive para todo o sempre.

O ALVO DA NOSSA SANTIFICAÇÃO

Semana de 20 a 27 de setembro de 2020

Leitura:  Filipenses 3:12-14

Como vimos nos últimos meses, Paulo se esforçou em conhecer a Cristo e compartilhar esse sublime conhecimento com a Igreja ao longo das cartas que escreveu. Neste processo, uma das suas conclusões é que Jesus Cristo é o padrão que devemos buscar em todas as coisas, o alvo que almejamos alcançar.

Na semana passada, vimos que fomos chamados e escolhidos por Deus para sermos “conformes à imagem de seu Filho, a fim de ele seja o primogênito entre muitos irmãos” (Romanos 8.29). Em Cristo fomos inseridos na família de Deus, e chamados a seguirmos os passos de nosso irmão mais velho.

Obviamente essa transformação é algo que será operado em nós através da ação do Espírito Santo, tanto de forma direta (2 Co 3.18), quanto através do corpo de Cristo (Ef 4.12-13), não sendo fruto de um esforço humano de ser igual a Jesus. Existe, no entanto, a necessidade de uma decisão pessoal de prosseguir para este alvo , assim como Paulo, esquecendo das coisas que ficam para trás e avançando para aquilo que Deus amorosamente nos tem proposto.

Nesse processo de conhecer mais o nosso Senhor, como você tem sido desafiado a ser mais parecido com Ele? Seu coração se alegra com a expectativa de ser transformado dia a dia à imagem de Jesus?

Ao ver quanto ainda falta nessa caminhada, não vamos desanimar com nossas limitações, mas sejamos animados pelo Espírito Santo a seguir o exemplo de Paulo e, com os olhos fixos em nosso alvo, prossigamos em direção ao “prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus”.

Faça download do card e compartilhe.

CRISTO EM NÓS A ESPERANÇA DA GLÓRIA (Heloísa Miranda)

Uma frase frequentemente surgiu em minhas orações com Deus: “quem sou eu para ser usada por Deus?” ou então aquela clássica: “existem milhares de pessoas, bem mais capacitadas do que eu, por que tem que ser eu?”. Depois de muitas vezes não ter obedecido de primeira, o Senhor me levou a ler o livro de Jonas, e me mostrou que não é só uma historinha para crianças, mas é muito mais.

Ler mais

CONFERÊNCIA DE JOVENS

“Tu me farás ver os caminhos da vida; na tua presença há plenitude de alegria, na tua destra, delícias perpetuamente” – Salmos 16.11

Em meio a esses dias tão diferentes que estamos vivendo, tivemos o privilégio de ouvir como Igreja, de forma coletiva e online, sobre intimidade e comunhão com Deus através da vida do nosso amado irmão Daniel de Souza, da igreja em São Vicente, São Paulo.

Ler mais

A IMAGEM DE DEUS

Semana de 13 a 19 de setembro de 2020

Leitura:  Colossenses 1:15-17; Romanos 8.29-30

Jesus, o homem perfeito que andou entre pecadores, é o mesmo que criou céus e terra. Ele se esvaziou de sua glória para se tornar homem e servo, mas nunca deixou de ser a imagem do Pai no que se refere à santidade, amor, bondade, justiça, etc.

Em nosso caso acontece o contrário pois, por natureza, recebemos a herança de Adão, mas somos alvos do trabalho do Espírito Santo que quer nos conduzir até termos a imagem do homem celestial. Portanto, muito do que somos ou temos precisa ser deixado para trás para que o caráter de Jesus seja a nossa marca visível. Não podemos lutar pela preservação de nossa imagem, dos nossos recursos ou até mesmo das nossas obras, pois estas coisas podem se tornar um ídolo e tomar o espaço do trono de Deus em nós.

Não podemos mais resistir ao trabalho do Espírito, mas devemos ser servos, mansos e humildes, tendo em nós a mesma atitude de Jesus, que é o centro de todas as coisas, tanto das visíveis quanto das invisíveis. Assim como Jesus foi exaltado por sua atitude, nós também experimentaremos alegria plena se nos oferecermos como instrumentos para a glória do nosso Pai, pois tudo é Dele, se mantém por meio Ele e aponta para Ele.

Compartilhe com seus irmãos alguma experiência onde Jesus como o centro de suas decisões e atitudes, além de algum momento em que percebeu que não era mais você vivendo, mas Cristo vivendo através de você!

Faça download do card e compartilhe.

CRISTO RESSURRETO

Semana de 06 a 12 de setembro de 2020

Leitura:  2 Timóteo 2:8-11; 1 Coríntios 15:48-58

Paulo dava especial atenção ao fato de que Jesus ressuscitou e de que nós também ressuscitaremos. Muitas vezes, durante suas pregações, ele recebia a atenção das pessoas até o ponto em que falava de ressurreição, e então era rejeitado. Mas nem por isso deixou de pregar o Cristo ressurreto. Pelo contrário, ele sabia que era essencial ter este ponto bem claro na pregação do evangelho.

No trecho que lemos da segunda carta a Timóteo, Paulo fala que esse era o “seu” evangelho, uma ligação que muitas vezes lhe trouxe sofrimento e perseguição, mas era a garantia de que um dia poderia usufruir das promessas feitas pelo Senhor. Se com ele morremos, também com ele seremos ressuscitados.

É comum em nossa experiência que em alguns momentos desanimemos por perder de vista nosso futuro glorioso. Isso pode nos levar à  derrota, não vendo razão para tomar a cruz dia a dia, como aparentemente era o caso de alguns irmãos em Corinto (no segundo texto que lemos). Porém, quando cremos no fato de que Cristo ressuscitou, entendemos que a morte que opera hoje nos membros de nosso corpo é passageira e tem seus dias contados, por causa da vitória de Jesus. Aleluia!

Você está passando por essa situação? Talvez sim, talvez não. Por isso é importante reforçarmos este fundamento para ajudarmos aqueles irmãos que porventura estejam desanimados. Não importa o que temos passado ou teremos que passar neste mundo; Jesus nos garante que nosso futuro é glorioso, em uma nova casa, em um novo corpo, para sempre com Ele. Vamos pregar e viver segundo essa mensagem do evangelho.

Faça download do card e compartilhe.

OLHOS NO ETERNO (Ingrid Ferreira)

“Abraão, esperando contra a esperança, creu, para vir a ser pai de muitas nações, segundo lhe fora dito: Assim será a tua descendência.” 
Romanos 4:18

..e não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que proveis qual é a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.
Romanos 12:2

Ler mais