O PADRÃO DA JUSTIÇA NO REINO DOS CÉUS (Jonathan Gottfridsson)

Semana de 6 a 12 de dezembro 2020

Leitura: Mateus 5:17-20

O que é o Reino dos Céus? Essa expressão fala de vidas que vivem neste mundo, mas são governadas por princípios que não são daqui. O discípulo é governado pelo Céu, e no texto que vamos compartilhar, Jesus nos fala sobre qual o padrão da Justiça no Reino dos Céus.

Antes de entrar nesse assunto, Jesus fala sobre a lei e os profetas. Isso porque no Antigo Testamento, através da Lei, Deus estava não apenas mostrando o seu coração para Israel, mas revelando, em cada mandamento, o seu próprio caráter. A finalidade da Lei era mostrar que o pecado nos colocou em uma condição infinitamente inferior ao caráter de Deus, da qual somente o próprio Deus poderia nos resgatar.

É por isso que “o fim da lei é Cristo, para justiça de todo aquele que crê” (Rm 10:4). Em Cristo, a Justiça perfeita de Deus foi satisfeita. Sim, é fato que Cristo cumpriu a lei em nosso lugar e que “Aquele que não conheceu pecado, Deus o fez pecado por nós; para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus” (2 Co 5:21). Jesus cumpriu toda a Lei porque nós éramos incapazes de fazê-lo, e agora compete a nós, seus discípulos, sermos como Ele é.  

O desejo do coração de Deus é que nós, como discípulos, como cidadãos do Reino, sejamos uma expressão do caráter do nosso Rei. É por isso que recebemos o Espírito Santo, que agora nos santifica e trabalha para produzir em nós essa justiça perfeita de Cristo. Essa é a justiça que excede a dos escribas e fariseus: quando andamos no Espírito e nos inclinamos para que ele produza a Vida de Cristo em nós. Não apenas exteriormente, mas interiormente.

Compartilhe com seus irmãos sobre o que significa para você ser liberto da Lei e também o que significa esta responsabilidade de, como discípulos, vivermos acima do padrão dos fariseus.

Faça download do card e compartilhe.